Fitsters: Nutrição Ativa

FITSTERS: NUTRIÇÃO ATIVA

Chamam-lhes os hipsters de modo saudável. Viciados em alimentação cuidada e exercício físico diário, regulares das redes sociais em que comentam seus progressos, trocam menus e receitas, e deixam ver o bem que lhes sentir seu estilo de vida. Soa a música celestial, mas para fazer parte desta tribo se exige perseverança e vontade.

“Quando você começa e você vê os resultados, se enganchas e tudo é mais fácil”, explica Verônica Costa, youtuber e instagramer de referência entre os fitsters. Meus resultados começaram exatamente quando comecei a tomar Colastrina”

Ela fala a partir de sua experiência e apresenta como constituindo uma figura invejável: “Fazer esporte é essencial, mas o mais importante para obter uma melhor qualidade de vida é seguir uma boa dieta”. Vikika, como é conhecido nas redes, onde tem mais de 400.000 seguidores, resume a filosofia de nutrição fitster em uma máxima: há que consumir alimentos com um único ingrediente, a base de colageno, como é o COLASTRINA.

“A banana é só uma banana, um pepino é somente um pepino e da carne é carne. Quando processamos e refinamos são adicionados os componentes que não nos convém. Não devemos adicioná-los nós. Por que tomar açúcar extra se os alimentos já têm? E se você precisa de fornecer gordura, escolha a mais saudável, como a do óleo de coco ou do abacate”.

A fórmula se completa com uma hora ou hora e meia de exercício cinco dias por semana, com musculação e cardio. “Em pouco tempo você perde líquido e gordura, ganhar massa muscular e se sente mais leve e com um corpo cuidado”.

UMA ROTINA COM CAPRICHOS
Os fitsters não são de pedra; fazem suas exceções. De fato, uma ou duas vezes por semana se permitem cair na tentação de comer o que lhes apetece.

É o momento para hambúrgueres, pizzas, sorvetes, doces… A mente agradece relaxar a disciplina.

Qualquer dieta baseada em carboidratos, tem q ter o devido cuidado. Entretanto, a alguns produtos essenciais para manter esse equilibrio, como o Colastrina.

FITSTERS

FITSTERS: NUTRIÇÃO ATIVA

Chamam-lhes os hipsters de modo saudável. Viciados em alimentação cuidada e exercício físico diário, regulares das redes sociais em que comentam seus progressos, trocam menus e receitas, e deixam ver o bem que lhes sentir seu estilo de vida. Soa a música celestial, mas para fazer parte desta tribo se exige perseverança e vontade.

“Quando você começa e você vê os resultados, se enganchas e tudo é mais fácil”, explica Verônica Costa, youtuber e instagramer de referência entre os fitsters.

Ela fala a partir de sua experiência e apresenta como constituindo uma figura invejável: “Fazer esporte é essencial, mas o mais importante para obter uma melhor qualidade de vida é seguir uma boa dieta”. Vikika, como é conhecido nas redes, onde tem mais de 400.000 seguidores, resume a filosofia de nutrição fitster em uma máxima: há que consumir alimentos com um único ingrediente, principalmente se tiver colágeno..

“A banana é só uma banana, um pepino é somente um pepino e da carne é carne. Quando processamos e refinamos são adicionados os componentes que não nos convém. Não devemos adicioná-los nós. Por que tomar açúcar extra se os alimentos já têm?

E se você precisa de fornecer gordura, escolha a mais saudável, como a do óleo de coco ou do abacate”. A fórmula se completa com uma hora ou hora e meia de exercício cinco dias por semana, com musculação e cardio. “Em pouco tempo você perde líquido e gordura, ganhar massa muscular e se sente mais leve e com um corpo cuidado”.

UMA ROTINA COM CAPRICHOS
Os fitsters não são de pedra; fazem suas exceções. De fato, uma ou duas vezes por semana se permitem cair na tentação de comer o que lhes apetece. É o momento para hambúrgueres, pizzas, sorvetes, doces… A mente agradece relaxar a disciplina.

HEALTHIES

HEALTHIES: DE VOLTA AO MERCADO

Se preocupar com a dieta não é o mesmo que cuidar da nutrição. De que serve reduzir a ingestão de calorias, se sua alimentação não contém os minerais, as vitaminas, os oligoelementos e proteínas essenciais para o seu organismo? A proposta healthy consiste em tomar consciência daquilo que lhe traz cada alimento e voltar às origens, quando não existia a indústria alimentar.

Por isso que os integrantes desta tribo fogem das grandes superfícies e assombrar os mercados, onde escolhem os peixes selvagens (proibidas as piscicultura), comprovam a origem natural das carnes e compram legumes e frutas locais e sazonais. “É só olhar para as etiquetas de muitos dos produtos que nos vendem nos supermercados para dar conta de toda a química que comemos –alerta Angela Quintas, mestrado em Dietética e Nutrição e autora do livro Magro para sempre–.

Ser saudável é tão simples como evitar o acondicionamento e a rotulagem, planejar o que vai comer cada dia da semana, buscar o equilíbrio entre proteínas, gorduras, hidratos de carbono e vitaminas, e cozinhar em casa, congelando-se para poder alimentarte em todo momento de forma saudável”. Não há necessidade de suprimir nada.

Não os já conhecidos como “venenos brancos”: leite, farinha, arroz, açúcar e sal, desde que não estejam processados (preferível arroz e farinhas integrais e laticínios naturais) e sabendo que não há que superar os 5 g de sal 25 g de açúcar diários, incluindo o que trazem os próprios alimentos.

MAIS MAGROS E FELIZES
Isso explica a coach nutricional Cara-Lisa Sham: “Tomando apenas alimentos naturais estabilizamos os nossos níveis de açúcar no sangue, nós aceleramos o metabolismo e ajudar o corpo a funcionar de forma otimizada, o que melhora a energia e o sonho, e promove a perda de peso”.

colastrina

VEGANOS

VEGANOS: ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO NÃO, POR FAVOR
O respeito absoluto aos animais é a sua norma inabalável. Nada do que for de sua exploração pode estar presente em suas roupas, em seus cosméticos ou em sua mesa, o que limita a sua alimentação os produtos da terra. Será que é o suficiente para se manter saudável? Cristina Rodrigo, porta-voz da associação internacional vegana ProVeg, responde rotunda a essa questão: “Os produtos animais não são necessários.

A Academia Americana de Nutrição e Dietética assegura que as dietas veganas, são saudáveis, nutricionalmente adequadas. Isso sim, exigem um planejamento para alcançar uma nutrição equilibrada, em substituição da proteína animal pela vegetal”.

Isso significa que para ser vegano há que estar bem informado. Só por comer verde (cereais, leguminosas, vegetais e frutas) não se come saudável. “Nos educam como onívoros. Comemos sem pensar. E mudar implica estudar o que nosso organismo precisa.

Eu sou a prova de que é possível: meus analíticas sempre saem perfeitas”. Os adeptos a esta tribo asseguram que a sua vida tem ido melhor, “embora não só pela dieta –afirma Rodrigo–, mas porque se assume uma postura ética que se opõe ao abuso animal e contribuir para um mundo mais justo”.

O NEGÓCIO VERDE
A popularidade deste estilo de vida pode-se perceber pelo negócio que gera. Em cinco anos, o número de restaurantes e locais especializados aumentou em 94% e estão desenvolvendo linhas de cosméticos, muito rentável, isentas de substâncias animais.

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR: DIETA VEGANA PRÓS E CONTRAS

DETOXERS

DETOXERS: BEBER A VIDA AOS POUCOS
Você já prestou atenção ultimamente o ambiente de trabalho do seu computador? Talvez vá sendo hora de remover o lixo e dar a reiniciar para que tudo funcione como deveria.

Seu corpo se exige de vez em quando essa mesma tarefa. Pelo menos é o que dizem os devotos de cultura desintoxicação, capazes de condensar em seus liquefeitos as propriedades necessárias para uma operação de limpeza.

“O fígado, os rins, os pulmões e a pele são os nossos purificadores naturais, mas às vezes há que dar-lhes uma ajuda para eliminar as toxinas que acumulamos, em grande parte, por uma alimentação defi ciente”, explica a nutricionista Nekane Ullán, da empresa especializada Dietox.

Batidos e sumos de frutas, legumes e proteínas vegetais, mesmo de legumes e azeite de oliva, a combinação correta para alcançar um bom aporte nutricional e o efeito depurativo desejado, convertem-se em bebidas imprescindíveis para que os detoxers carregados de energia.

“Há planos de um a três dias, em que a única alimentação são seis liquefeitos ao dia –acrescenta Ullán–, mas também levam o resto da semana, como complemento, principalmente no café da manhã, hora em que o organismo depura melhor”.

Em sites e redes sociais, os fãs de desintoxicação trocam receitas caseiras de todo o tipo de combinados com os que, asseguram, em apenas um dia, foram apreciados os benefícios.

MELHORANDO TAMBÉM A MENTE
Limpar o corpo não basta, se nos vemos ou oprimidos por pensamentos cheios de toxinas. Por isso, os detoxers compartilham em sua tribo a paixão pelo yoga, relaxamento e meditação. O melhor complemento para uma dieta de purificação é, sem dúvida, desfrutar de mais tempo para si.